Buraco na pista: Como a suspensão veicular é afetada pela estrada?

A suspensão veicular é fundamental para garantir uma condução suave e segura, mas estradas em mau estado podem afetá-la de várias maneiras: buracos na pista, má sinalização, asfalto em más condições, estradas de terra, entre outros fatores.

E quando os veículos sofrem esses impactos por muito tempo ou de maneira agressiva, o sistema de suspensão pode ter danos que vão desde desencaixe ou até rompimento de peças, o que impossibilita que o carro fique seguro.

 

Como buracos na pista afetam a suspensão veicular?

Peças para suspensão automotiva são projetadas para durarem por muitos quilômetros, porém, com o tempo, mesmo pequenos buracos na pista impactam negativamente esse sistema, pneus e rodas.

Os principais impactos são:

  1. Impacto direto nas buchas e amortecedores: Buracos, lombadas e superfícies irregulares causam choques e vibrações na suspensão. Isso pode levar ao desgaste prematuro das buchas e dos amortecedores, resultando em menor conforto e estabilidade.
  2. Desgaste dos componentes: Superfícies irregulares geram forças dinâmicas que afetam os componentes da suspensão, como molas, barras estabilizadoras e braços de controle. Com o tempo, isso pode levar à fadiga e ao desgaste.
  3. Alinhamento comprometido: Estradas com buracos e desníveis podem desalinhar as rodas. Isso afeta a geometria da suspensão, causando desgaste irregular dos pneus e instabilidade direcional.
  4. Impacto nas juntas e articulações: Solavancos e choques constantes podem sobrecarregar as juntas universais e as articulações da suspensão. Isso pode resultar em folgas excessivas e ruídos.
  5. Fadiga do chassi: Estradas ruins colocam o chassi sob estresse constante. Com o tempo, isso pode levar à fadiga do material e à deformação estrutural.

Sinais de desgastes na suspensão

 

Segundo o site Portal do Trânsito, é importante ficar atento aos sinais de desgastes que comprometam o desempenho, a segurança e a vida útil do carro:

  • Barulhos fortes: Se você ouvir ruídos estranhos, como estalos, rangidos ou batidas ao passar por lombadas, buracos ou curvas, pode ser um indício de que alguma peça do sistema de suspensão está solta, quebrada ou desgastada, uma delas pode ser a bieleta;
  • Instabilidade na direção: Quando as peças como buchas estão desgastadas, pequenos solavancos são transmitidos para a carroceria do automóvel. Isso torna o veículo instável e desconfortável, afetando também o controle do carro;
  • Pneus com desgaste acentuado: Se a suspensão estiver danificada, os pneus sofrerão com isso, além disso, a aderência dos pneus ao solo também se torna insatisfatória, sendo perigoso em frenagens e curvas;
  • Falta de estabilidade em curvas: Um sistema de suspensão comprometido pode resultar em perda de estabilidade ao fazer curvas. Isso pode ser perigoso, especialmente em situações de emergência;
  • Vazamento de fluido: Se você notar manchas de óleo ou fluido no chão, pode indicar vazamento nos amortecedores ou outras partes da suspensão;
  • Rodas sem contato adequado: Verifique se a altura do carro não está abaixo do normal. Se a distância entre o pneu e o para-lama estiver menor que o normal, pode ser um sinal de problemas na suspensão;
  • Molas danificadas: Molas quebradas ou enfraquecidas podem afetar a capacidade de absorção de impactos da suspensão, causando desconforto e instabilidade.

É importante lembrar que a manutenção preventiva é essencial para garantir o bom funcionamento do sistema de suspensão e prolongar a vida útil do veículo. Se você suspeita de problemas, consulte um mecânico para avaliação e reparos adequados.

Se for possível, evite estradas em mau estado e dirija com cuidado em estradas irregulares e realize manutenções regulares na suspensão: verifique o alinhamento, balanceamento e condições das buchas e amortecedores para garantir um desempenho adequado e para bons resultados, utilize somente peças para sistema de suspensão Mobensani.